Segue-nos por e-mail para obter actualizações do Blog

Explosão - Pedreira em Setúbal



A explosão provocou uma onda de choque, sentida por moradores de Setúbal, Lisboa e Oeiras. 

O incidente foi provocado por uma explosão numa pedreira em Sesimbra pela empresa Sobrissul - Sociedade de Britas Seleccionadas do Sul. A ANPC (Autoridade Nacional de Protecção Civil) adiantou que se tratou de uma explosão controlada, da qual provinha da queima de material detonante.

Augusto Pólvora, Presidente da Câmara de Sesimbra, declarou que a Sobrissul tinha colocado " uma grande quantidade de material detonante, com cerca de 9000 metros, no fundo da pedreira", sendo que foi colocado um cordão para posteriormente ser realizado uma ignição para a queima dos resíduos. 

A PSP esteve reunida com o Autarca e com a empresa proprietária do material explosivo (Maxampor), ponderando que a causa do incidente proveio de material fora do prazo. No entanto, as autoridades confirmam a necessidade de uma investigação para apurar a veracidade da mesma.  

Não foi registado qualquer vitima, contudo alguns cidadãos na zona circundante afirmam que o impacto provocou danos em algumas habitações.

A hora da explosão remete para outra problemática, visto que não era suposto a empresa estar a laborar à noite.

É possível ouvir, através do seguinte link, uma reportagem da RR com declarações do Autarca de Sesimbra, autoridades e testemunhas.  Declarações na Radio Renascença

Fonte:Expresso

Sem comentários: